Vale a pena ter uma assessoria jurídica para condomínios?

Essa pergunta é feita não só pelos condomínios, mas também por todo empresário e até pessoas físicas. Beira, na cabeça de um gestor, qual a necessidade e retorno em uma assessoria jurídica permanente?

 

Antes de explicar os benefícios de uma assessoria, vamos lhe contextualizar. Escrevemos nesse site sobre seis linhas principais:

  1. Família,
  2. Cível e Consumidor,
  3. Empresarial
  4. Trabalhista
  5. Tripulante e
  6. Condominial

 

Como o contexto é falar para você, sindico ou condomínio, então vamos focar em dicas voltadas ao “direito de condomínio”, bem como ao direito imobiliário, direito de vizinhança, entre outros.

 

Assim como é notória a necessidade de uma empresa possuir uma assessoria jurídica, orientando-lhe o passo-a-passo a respeito de oportunidades e dificuldades do seu negócio, elaborando contratos, revisando-os; mediando acordos; ajuizando ações quando preciso; mas, o principal objetivo da assessoria jurídica é agir de forma preventiva para diminuir o número de ações e reclamações.

Para o condomínio as peculiaridades são ainda maiores. Pois, além dos possíveis empregados do condomínio, há assembleias, normas internas e especificações legais que todo sindico deve se preocupar. E com uma assessoria, além de facilitar o dia-a-dia, possibilita maior acerto, economias e guarnece de riscos futuros.

E o que pode contribuir uma assessoria jurídica condominial?

Pode ajudar com

  • As cobranças aos inadimplentes;
  • Análise de contratos;
  • Participação em reuniões e assembleias;
  • Representação em audiências, quando necessário;
  • Auxilio na criação de regimentos internos;
  • Gestão de conflitos entre condôminos;
  • Envio de notificações;
  • Assessoria trabalhista e noutras áreas, conforme a necessidade.

Aqui, nesse site, te daremos várias dicas valiosas, mas nada como uma assessoria direta e personalizada, certo?

Aproveite e dê uma lida em outros artigos clicando aqui.