Saindo um sucesso quentinho!

Sucesso muitas vezes é associado a uma pessoa com fortuna, que alcançou um patamar diferenciado de riqueza e poder. De fato, isso até pode ser sucesso, se foi o objetivo dessa pessoa. Do contrário, olhando por outro prisma, esse mesmo empresário afortunado pode se ver como uma pessoa infeliz, que trabalha diariamente em jornada extenuante de 16 horas; viaja pouco, porque não pode se ausentar das suas empresas; não consegue ver seus filhos crescerem, porque estava construindo seu império e assim vai. Mas faço um alerta, o exemplo, por mais clichê que seja, não foi trazido para dizer que sucesso é curtir com a família, até porque ela pode não gostar da sua família e sucesso, para você, signifique distância dela.

 

Longe da visão comum em criticar a Geração X, que seria infeliz porque dedicou sua vida ao trabalho, e nem muito menos enaltecer a Geração Y, que seria “diferenciada”, por prezar qualidade de vida, a nossa missão com essa reflexão é possibilitar uma reflexão mais ampla possível de que sucesso está muito além da capa de uma revista.

 

Definitivamente o tal do “sucesso” não tem resposta padronizada, como se fosse possível comprar um enlatado na gondola de um supermercado e levasse pronto para casa o “sucesso”. Bom, se não é um congelado, poderíamos dizer que é um bolo pré-pronto, que basta seguir a receita e sairá um delicioso browni? Tanto os livros bibliográficos como aqueles que indicam o passo a passo para você chegar lá (“as 10 atitudes empreendedoras que você deve ter ao acordar”) são opções de entretenimento e até de insights, mas definitivamente não passam disso. Fazendo uma associação irônica a esses tabelamentos de comportamento que te levariam até algum lugar, podemos ter certeza (será?) de algumas coisas: 1. O que deu certo para um não quer dizer que dará para outro; 2. Se resultado fosse encontrado em receitas prontas todos nós estaríamos ricos, não é?!; 3. A qualidade de um profissional não se restringe a uma lista; 4. Acordar cedo, praticar exercícios, ouvir as notícias sobre política e economia e pensar positivamente podem lhe ajudar a ter mais ferramentas, mas não lhe transformarão em um empresário de sucesso; 5. Ler sobre proatividade, felicidade e sucesso não lhes tornam uma pessoa proativa, feliz e bem-sucedida.

 

Mas no fim das contas, o é sucesso?

 

Longe de querer responder os grandes segredos da existência, mas acredito verdadeiramente que sucesso é o encontro da expectativa da vida com o gozo (aproveitamento) dela. Curtir a tranquilidade de uma vida campestre, observando a raiar do sol e tendo excepcionais momentos de calma e tranquilidade, pode ser sucesso para uma pessoa que tem essa expectativa. Como também pode ser sucesso a vida agitada e corrida de São Paulo, com a adrenalina lá em cima em razão de profissão que envolva tomar grandes decisões diariamente. Nos dois casos o sucesso está na perspectiva da pessoa, mas se cruzar a expectativa de uma vida calma e familiar numa pessoa que diariamente vive a pressão, por certo aqui não estará o sucesso.

 

O sucesso está associado a sua expectativa sobre a vida que leva e como a contempla hoje e no futuro!