DESCANSO ENTRE UM DIA DE TRABALHO E O OUTRO

Poucas pessoas sabem, mas entre um dia de trabalho e outro há um mínimo legal que o trabalhador deve descansar.

Quando a CLT determina descansos mínimos ao trabalhador tem uma razão. O fundamento principal é que o descanso serve para recuperar as forças e energias do trabalhador. O excesso de trabalho pode acarretar estafes mental e física, levando a doenças decorrentes do trabalho.

Assim como o conhecido descanso para o almoço, que é de uma hora, pelo menos, o trabalhador tem direito a descansar no mínimo onze horas entre um dia de trabalho e outro.

 

Por exemplo:

O trabalhador que trabalhou segunda-feira até as 20h00min, no dia seguinte, terça-feira, ele terá que descansar até as 07h00min, pois são onze horas mínimas de descanso.

Pegando outro exemplo

O trabalhador de navio, que fez jornada de trabalho até as 23h30min, por exemplo, e no dia seguinte já inicia o trabalho já as 06h30min, nesse caso não houve o cumprimento da normal legal de onze (11) horas de descanso, pois, contando o tempo entre 23h30min e 06h30min veremos que só teve sete (07) horas de descanso. Portanto, as demais horas o trabalhador deverá ser remunerado em hora extraordinária, com acréscimo de 50% do valor da hora de trabalho.

Esse é um dos muitos direitos que os trabalhadores de navios de cruzeiros têm e muitas vezes não sabem.

Quer saber mais sobre soluções jurídicas e empreedoras?

Deixe seu contato que lhe responderemos, enviando novidades, notícias e dicas para você se manter informado.

Sede em Santos:

Av. Senador Pinheiro Machado
n 30, CJ. 183
Vila Mathias, Santos – SP

Tel (13) 3221-5700

Estrutura de apoio em São Paulo:

Av. Paulista
n 807, CJ. 2315
Jardins, São Paulo – SP

Tel (11) 3280-2200

Estrutura de apoio em Curitiba:

Avenida Cândido de Abreu
n 381
Centro Cívico, Curitiba – PR

Tel (41) 4042-0056

Copyright 2018 – Ialongo Sociedade de Advocacia | Site por markframe marketing