Home Office

A reforma trabalhista trouxe algumas mudanças para as pessoas que trabalham de Home Office. Antigamente as pessoas que trabalhavam nessa modalidade estavam sujeitas as mesmas regras das que trabalham como CLT, de forma improvisada, é claro.

Embora a CLT tenha sofrido várias alterações nesses anos de existência, é fato que a sua mentalidade inicial é da década de quarenta. E não há como transportar o sentimento da sociedade daquela época para os dias de hoje, pós-tecnologia.

Portanto, acompanhe as mudanças que a reforma trouxe para essa nova modalidade de trabalho lendo o texto abaixo.

Controle de jornada: Agora quem trabalha em home office não está sujeito ao controle de jornada, ou seja, o recebimento de horas extras estão exclusos.

Gastos: A partir da reforma é necessário um contrato que inclua todas as despesas do trabalhador para a realização do trabalho, como, por exemplo, computador, impressora e etc.. Mas essa questão varia conforme for a modalidade de trabalho.

Prevenção: É obrigação da empresa ensinar o seu empregado como evitar situações de riscos, como, por exemplo, doenças e acidentes de trabalho.  

Outros direitos, como férias, FGTS e 13º salário continuam intactos, como direitos garantidos desses trabalhadores.

Gostou do artigo? Conheça também os cinco pontos mais polêmicos da reforma trabalhista!

Quer saber mais sobre soluções jurídicas e empreedoras?

Deixe seu contato que lhe responderemos, enviando novidades, notícias e dicas para você se manter informado.

Sede em Santos:

Av. Senador Pinheiro Machado
n 30, CJ. 183
Vila Mathias, Santos – SP

Tel (13) 3221-5700

Estrutura de apoio em São Paulo:

Av. Paulista
n 807, CJ. 2315
Jardins, São Paulo – SP

Tel (11) 3280-2200

Estrutura de apoio em Curitiba:

Avenida Cândido de Abreu
n 381
Centro Cívico, Curitiba – PR

Tel (41) 4042-0056

Copyright 2018 – Ialongo Sociedade de Advocacia | Site por markframe marketing